Diario de uma mãe louca

sexta-feira, janeiro 06, 2006

QUERIA SER ÁGUA


Queria fazer-me em água
No leito dum rio morar…
Escorrer-me de toda a mágoa
E no mar...ir desaguar…


Deixar-me ao sabor do vento
Ser azul… ser verde mar…
Ser apenas o momento
Da minha dor poder lavar…


Queria a tua face na lua
Para te ver sempre...ter paz
Ser lamento de sereia nua…
Na onda que se desfaz !


Mãe

Hugo,
Sabes que vou para a semana ter uma audiência com o magistrado do teu processo…porque quis lê-lo e relê-lo, mas apesar de ter todo o direito de o fazer…ele não estava.

E a funcionária informou-me que ele queria estar ao pé de mim…
Perguntei porque? Porque não podia ser com ela? Respondeu-me que contem fotografias e o Sr. Dr. pediu para falar comigo, porque receia que possa chocar-me…
Disse à funcionária um pouco de mau humor que as fotografias eram só papel…que tudo o que estava fotografado tinha sido visto por mim no real…

Não sei como estou…fisicamente dizem que alterei alguns traços do rosto…talvez onde antes existiam rugas de sorrisos alem das da idade…agora existam vincos… mas inexpressivos…o meu rosto como já disse num dos meus poemas de cordel…é de pedra…porque dei com a senhora a olhar para mim tentando perceber o que eu estava a sentir…

Estava tão incomodada…foi tão gentil…tão educada…que não fui capaz de insistir…além de que também gostaria de conhecer o
Dr. para trocar umas impressões com ele…

Falei no rizo…e tenho sentido tanta falta filho…mas tanta… das tuas palhaçadas…até daquelas sem graça…mas que a mim me faziam rir…ás vezes até éramos criticados por isso…tenho tanta pena de não ter rido mais…de muitas coisas…mas principalmente
das gargalhadas que me fazias dar…

Vês…quando penso nestes momentos…os que as pessoas me dizem para recordar…são os que me fazem sofrer mais….doi-me…dói-me tanto…não sei onde…mas é como se estivesse a abrir um corte com uma lãmina começando no pulso… pelo braço acima até á alma…não quero sentir esta dor…não quero…por isso tenho que gerir “isto” da melhor maneira para mim…à minha maneira…

Posted by Mae :: 06:26 :: 0 comments

Post a Comment

------------------------------