Diario de uma mãe louca

terça-feira, janeiro 03, 2006

QUEM ÉS TU ?






Quem és tu?

Não sou ninguém. Porque perguntas?

Não sei o porquê da curiosidade. Mas pareces-me estar só.

E estou, de nada sirvo, para nada presto….

Porque não te matas?

Falta-me a perca da esperança total.

Toma uma arma… Não terás mais esperança que não o seu chumbo frio
a violar-te a mente...
ENCONTREI-TE DEITADO NA CAMA QUE DETESTAVAS E, MUITAS VEZES DORMISTE...O TEU CORPO SEMI DEITADO SOB A COLCHA BRANCA CHEIA DE ALMOFADAS VERMELHAS...AINDA HOJE PERGUNTO PORKE NAO O FIZESTE NO QUARTO? NA SALA ONDE A COR VERMELHA ERA SOBERANA...VERMELHO NAS ALMOFADAS QUE TE RODEAVAM O CORPO, VERMELHO NOS ANTÚRIOS ATADOS POR UMA FITA VERMELHA, A CARPETE VERMELHA, VERMELHO NAS VELAS MAL ARDIDAS... SERIA POR ISSO QUE NAO VI O SANGUE? DEITEI-ME A TEU LADO AGARREI A TUA MAO ESQUERDA, E APERTEI O TEU BRAÇO CONTRA O PEITO, COM A OUTRA MAO AFAGUEI-TE AS COSTAS AINDA QUENTES, O TEU CORPO LEVEMENTE TRANSPIRADO, CHEIRAVA A ROSAS...ROSAS VERMELHAS...ESTAVAS TAO LINDO HUGO...A PELE MACIA COMO A DE UM BEBE, A BARBA FEITA, TIVESTE ESSE CUIDADO? ENCOSTEI O MEU ROSTO AO TEU...O TEU CABELO COMPRIDO CHEIRAVA TAO BEM...QUE SHAMPOO USASTE? NUNCA IMAGINEI REGREDIR NO TEMPO E VER-TE COMO QUANDO ERAS O MEU MENINO...IMOVEL... MAS TAO SERENO...TAO BELO...FALEI-TE AO OUVIDO...ENQUANTO TE FIZ FESTINHAS...SEI QUE FALEI MUITO ... MAS NAO ME LEMBRO DO QUE TE DISSE...SÓ ME LEMBRO DO SILENCIO VERMELHO...APENAS QUEBRADO PELO BARULHO DA VENTOINHA...SENTI FRIO... PARECEU-ME QUE TU TAMBEM O SENTIAS...E DESLIGUEI A VENTOINHA...PARECEU-ME QUE O TEU CORPO ARREFECIA...TODA A SALA VERMELHA CHORAVA...

Posted by Mae :: 05:42 :: 1 comments

Post a Comment

------------------------------