Diario de uma mãe louca

terça-feira, janeiro 10, 2006

DIA D... e dia C (outra guerra a começar) Abril 2006


Pois é Hugo… querido filho…
Afinal chega mais cedo o fim da vida deste blog…vida curta como a tua…
Foi hoje o dia “D” terminou a guerra…a minha…foi hoje o dia da audiência…que eu omiti deliberadamente…4 horas cansativas, mas muito produtivas... com o Sr. Dr. Magistrado do Ministério Público.
Foram instaurados autos para 3 “processos crime” distintos, a matéria que entreguei foi mais que suficiente para isso.
Fui persuadida a “ficar calada”, uma vez que o assunto está já nas mãos de autoridades competentes.
Nada mais me foi pedido…e, nada mais foi dado…no entanto salientei que muito mais matéria teria para entregar…ao que responderam que no decorrer das investigações, se fosse preciso que o solicitariam…e até sorriram quando viram os 4 dossiers que transportava
gracejando…" deixe-nos fazer a nossa parte se não ficamos desempregados”…
Quanto ao teu processo…a única coisa que me impressionou…foi o facto de estar lá referido, que além da arma… e bala cinzenta deformada que saiu da tua cabeça que retive um tempo na minha mão…no invólucro deflagrado tinha escrito 2 palavras a tinta azul DEUS PERDOA-ME !
Voltou de novo um pouco da minha fé…na esperança que estarás perto de Deus…houve arrependimento total até no
momento que carregaste a arma…aquilo… sim para mim foi um sinal…e peço-te querido filho…se estás “lá perto” olha pela tua irmã Joana. O sinal que eu esperava e “senti” ao tocar na bala é que não foi suicídio…eu chamo-lhe uma execução…escolhida no ultimo momento (querias a minha ajuda para decidir) como forma de expiar as tuas culpas…haveria outras formas…se eu tivesse falado contigo…tenho tanta pena Hugo…tanta…mas não cheguei a tempo…

Despeço-me de toda a gente que me apoiou aqui… e fora daqui…agradecendo a todos…até àqueles que não me apoiaram que a Nini sacudiu do blog…porque de algum modo tambem contribuíram para aumentar a minha revolta…e mais me motivar na procura das respostas… para este desfecho tão trágico…

Para terminar só quero chamar a atenção, que quando me despedi do Sr.Dr. perguntei-lhe:…Acha que fiz mal? Que sou vingativa ou quero justiça? deu-me esta resposta… “Eu sei porque o fez…Não quer que ninguém fique a lucrar com a morte do seu filho…fez o que eu faria também sou pai”…
Eu respondi baixinho virando a cara para que ele não visse as lágrimas dizendo…mas eu sou a mãe…a louca!

Um beijo grande a toda a gente…

Vejo-vos em breve ;)

Mãe





Posted by Mae :: 05:05 :: 15 comments

Post a Comment

------------------------------